News

Manifestantes espanhóis antiturismo assediaram visitantes estrangeiros em Barcelona

Milhares de manifestantes marcharam por Barcelona na segunda-feira para expressar raiva sobre o turismo de massa e seus impactos na cidade mais visitada da Espanha. Os espectadores que jantavam em restaurantes no popular bairro de La Barceloneta ficaram encharcados quando alguns manifestantes os pulverizaram com pistolas de água.

O vídeo mostrou clientes sendo forçados a trocar de mesa em alguns restaurantes para escapar dos protestos, enquanto outros restaurantes foram simbolicamente isolados pelos manifestantes.

Carregando faixas com os dizeres “Turistas, voltem para casa”, os manifestantes pediram uma redução no número de visitantes estrangeiros em Barcelona, ​​parando em frente a hotéis e restaurantes para confrontar os turistas.

holly-gaza-incorporar-00-03-59-10-still001.jpg
Manifestantes antiturismo de massa jogam água em clientes durante uma marcha em Barcelona denunciando os impactos dos altos níveis de turismo

Reuters


“Não tenho nada contra o turismo, mas aqui em Barcelona estamos sofrendo com um excesso de turismo que tornou nossa cidade inabitável”, disse um dos manifestantes à agência de notícias francesa AFP.

Autoridades locais dizem que o custo da moradia aumentou 68% na cidade espanhola na última década, tornando-se um dos principais pontos de discórdia para os moradores descontentes.

“Nos últimos anos, a cidade se voltou completamente para os turistas, e o que queremos é uma cidade para os cidadãos e não a serviço dos turistas”, disse outro manifestante a uma câmera de notícias da Reuters.

Em junho, o prefeito de Barcelona, ​​Jaume Collboni, disse que até 2028, ele pararia de renovar as milhares de licenças turísticas que permitem que os proprietários aluguem acomodações para visitantes estrangeiros. A mudança tornaria as casas, que atualmente são anunciadas em plataformas como o Airbnb, disponíveis para os moradores locais, de acordo com Collboni.

Um cartaz antiturismo é visto durante a manifestação
Um cartaz antiturismo é visto durante a manifestação. Mais de 3.000 pessoas se manifestaram contra a superlotação turística sofrida pela cidade de Barcelona e a favor de políticas de redução do turismo. A manifestação envolveu o fechamento simbólico de estabelecimentos hoteleiros, bares e restaurantes enquanto se dirigiam para Barceloneta, um dos bairros que mais sofre com a presença do turismo.

Paco Freire/SOPA Images/LightRocket via Getty Images


Mais de 12 milhões de turistas visitaram a cidade, famosa por pontos turísticos como a Basílica da Sagrada Família, somente no ano passado, de acordo com autoridades locais.

O protesto mais recente acontece após manifestações semelhantes em larga escala em outros pontos turísticos da Espanha. Um protesto em Málaga, na parte sul do país, atraiu cerca de 15.000 pessoas para protestar contra o turismo excessivo em junho, enquanto a ilha de Palma de Mallorca viu mais de 10.000 pessoas marcharem contra o impacto do turismo de massa em maio.

De acordo com o escritório nacional de estatísticas da Espanha, o INE, somente nos primeiros cinco meses de 2024 mais de 33 milhões de turistas visitaram o país, o que representa um aumento de 13,6% em comparação ao ano anterior.

A Espanha não é a única nação europeia a lidar com o impacto do turismo na população local. No início deste ano, Veneza, Itália tornou-se a primeira cidade a impor uma taxa em visitantes diários.

Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button