News

‘Nunca esqueça o Tibete: a história não contada do Dalai Lama’ será lançado em seu aniversário

Dharamsala:

Como sinal de reverência pelo 89º aniversário de Sua Santidade o 14º Dalai Lama, um ícone de ahimsa (não violência) e karuna (compaixão), no sábado, ‘Nunca se esqueça do Tibete: a história não contada do Dalai Lama’ foi lançado mundialmente.

O documentário, dirigido por Jean-Paul Mertinez, explora detalhes da incrível fuga do ganhador do Prêmio Nobel da Paz para o exílio pela primeira vez em filme, em suas próprias palavras, com o oficial político indiano que o levou à segurança — o falecido Havildar Mander Singh.

Apresentando a comunidade tibetana no exílio e aqueles com laços históricos com o Tibete, o filme explora a compaixão do Dalai Lama por um mundo aparentemente em crise hoje e busca descobrir o que pode ser aprendido com sua inspiradora história de vida, a cultura tibetana e sua antiga espiritualidade.

Inspirado no livro ‘An Officer and His Holiness’ de Rani Singh, o filme é narrado pela lenda da atuação britânica Hugh Bonneville (Downton Abbey, Paddington) e apresenta música da artista indicada ao Grammy Anoushka Shankar.

O filme é produzido pela Compassionate Films e os produtores executivos são Templeheart Films, Lyndon Baldock, Gavin Patterson e Rani Singh.

O lançamento digital mundial foi possível graças à colaboração da União Budista Italiana, Roma, Itália.

O documentário de longa-metragem estará disponível nas principais plataformas de streaming do mundo, incluindo Apple TV, Amazon e Google Play.

Em 1959, as tropas de ocupação chinesas reprimiram a revolta nacional tibetana em Lhasa e forçaram o 14º Dalai Lama e mais de 80.000 tibetanos ao exílio na Índia e nos países vizinhos.

Ao chegar à Índia após uma jornada traiçoeira de três semanas, o Dalai Lama fixou residência por cerca de um ano em Mussoorie, em Uttarakhand.

Em 10 de março de 1960, pouco antes de se mudar para Dharamsala, que também serve como sede do estabelecimento tibetano exilado, o Dalai Lama disse: “Para aqueles de nós no exílio, eu disse que nossa prioridade deve ser o reassentamento e a continuidade de nossas tradições culturais. Nós, tibetanos, eventualmente prevaleceremos na recuperação da liberdade para o Tibete.”

Atualmente, o governo no exílio está sediado em Dharamsala, uma cidade no sopé do Himalaia, onde uma comunidade de tibetanos vive exilada com o Dalai Lama, na esperança de sustentar sua luta para garantir autonomia completa em sua terra natal governada pela China, o Tibete.

(Com exceção do título, esta história não foi editada pela equipe da NDTV e é publicada a partir de um feed distribuído.)

Source

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button